• Felipe S. Brandão

Cuidados com a iluminação de armazéns e depósitos de mercadorias

Atualizado: 26 de set. de 2020

Incêndios em armazéns e depósitos de mercadorias geram um alto grau de preocupação devido à rápida propagação das chamas e por, geralmente, atingirem empresas inteiras em poucas horas.


As lâmpadas incandescentes de vapor metálico, muito utilizadas em armazéns e depósitos, trabalham com elevadas temperaturas.


As de vapor ainda trabalham com alta pressão devido à presença de gases em seu interior. Ambos os tipos possuem ainda componentes (bulbo, filamentos, eletrodos) que, expostos a altíssimas temperaturas, tornam-se incandescentes. Com isso, esses materiais estão altamente sujeitos a explosões.


E, caso ocorra a explosão dessas lâmpadas, os componentes incandescentes podem cair sobre mercadorias, gerando um incêndio que pode tomar uma grande proporção. Para se evitar este cenário, a recomendação é que sempre sejam utilizadas luminárias fechadas, que mantêm os componentes incandescentes retidos mesmo em caso de explosão, atendendo às exigências NBR/ISO 8995.


Outro ponto a ser observado é que alguns modelos de lâmpadas de vapor metálico emitem radiação ultravioleta, que é nocivo para as pessoas.


Já as lâmpadas fluorescentes trabalham com baixa temperatura e pressão interna, reduzindo os riscos de explosão e queda de materiais incandescentes. Mesmo assim alguns cuidados são importantes para a segurança contra incêndio.7


Esse texto foi retirado de um material informativo da Tokio Marine seguradora, distribuído para os corretores de seguros parceiros.



7 visualizações0 comentário